30.06.14

…praias de areia branca, sem ondulação e águas quentes! A escolha ideal para os amantes de destinos de férias pautados por praia e calor.

 

 

Esta pequena ilha de 193 km2 é o ex-líbris dos amantes do jogo, possuindo 10 casinos, na sua maioria abertos 24 horas por dia. Localizada no mar caribe, a sua costa oferece condições para a prática de todos os desportos náuticos bem como uma infinidade de atividades lúdicas aquáticas. O território integra o reino Holandês, sendo os idiomas oficiais o holandês e o papiamento, um idioma indígena com um léxico fortemente marcado pela influência do português trazida pelos escravos das antigas colónias portuguesas em África e do vizinho Brasil. Atualmente o turismo é a sua maior fonte de rendimento, impulsado pela organização própria da coroa holandesa. Até há poucos anos a ilha explorava e refinava os seus jazigos de petróleo, tendo protagonizado uma tranquila transição de uma economia petrolífera a uma economia apoiada na produção interna, uma vez extintas as reservas de petróleo.

 

A maioria dos serviços comerciais, utilizados por turistas, são prestados em inúmeros idiomas, numa flexibilidade linguística impressionante. O facto de ser um território pequeno, submetido desde tenra idade aos canais de televisão americanos, conjugado com o convívio permanente com turistas provenientes de todos os pontos do mundo faz da sua gente poliglotas natos.

 

Uma volta por toda a ilha não leva mais do que uma manhã e permite perceber que é possível criar fontes de rendimento e postos de trabalho em todas as escalas. Aqui há fábricas de cerveja, de água, museus, etc.. a escassos 25 km, a norte da costa ocidental venezuelana (Estado Falcón), o resultado de dois modelos políticos antagónicos está à vista de todos: um enfocado na produtividade e na iniciativa privada e outro centralizado na inercia que caracteriza o poder público estatal.

 

Um excecional cantinho da comunidade europeia no Caribe!

 

A oferta de alojamento é para todos os gostos e para todas as carteiras. Por exemplo, o complexo Marriot oferece aparthotel e hotel com uma oferta de serviços excecional: casino, piscinas para adultos, piscinas de acesso livre a todos os hóspedes do hotel, praia privativa com serviço de bar e massagens, distintos restaurantes e snackbars, lojas de roupa, souvenires, tratamentos de beleza, cabeleireiro, SPA, aluguer de carros e a popular joalharia La Esmeralda, onde é possível adquirir os clássicos exemplares de esmeraldas com selo de qualidade colombiana!

 

As praias devem ser selecionadas em função do que se procura, uma vez que estão organizadas/ocupadas em função das características geográficas que oferecem. Para os amantes de windsurf, de surf, de snorkling, de desportos motorizados aquáticos ou simplesmente disfrutar das quentes e turquesas águas caribenhas, etc.. Os turísticas que gostam de aventura não incomodam os que preferem nada fazer, numa harmoniosa e organizada convivência.

 

Ao longo da ilha encontram-se excelentes restaurantes e na capital Oranjestad, é possível comprar todo o tipo de produtos das mais luxuosas marcas mundiais, de Louis Vuitton a Salvatore Ferragamo, etc... Não obstante, a capital da ilha reduz-se a dois ou três quarteirões, cujo início e o fim são difíceis de delinear.

 

Ao contrário do que acontece em muitos pontos da América do Sul, aqui a segurança é total adornada por um sentido de humor irrefutável que leva a que todas as viaturas tenham na sua matrícula a inscrição oficial: One Happy Island!

publicado por viagenslatinas às 20:18

28.01.13

 

 

 

A primeira viagem, após a minha chegada a Caracas, foi a Los Roques. um arquipélago venezuelano paradisíaco perdido no mar do Caribe.

Parque Nacional desde 1972, destaca-se pelas várias dezenas de kms de extensão dos seus corais que envolvem 50 ilhas e 292 ilhotas (cayos) e bancos de areia. Os seus recifes de coral são os mais ricos em biodiversidade e mais bem conservados do mar Caribe.

 

Apenas a ilha Gran Roque é habitada permanentemente por cerca de 1200 pessoas. Nesta encontram-se as pousadas, os restaurantes e poucos cafés. Não há discotecas, animação noturna, cinemas, ou outra diversão cosmopolita.

 

Devido à reduzida dimensão da Gran Roque, às dificuldades às transações comerciais impostas governamentalmente e às escassez de água doce, não se desenvolveram grandes infra-estruturas turísticas, resumindo o alojamento a pequenas pousadas com reduzido número de quartos (4 a 10).

 

A pesca apenas é permitida aos habitantes locais, uma restrição que promove a biodiversidade das espécies, sendo facilmente visíveis exemplares de barracudas, atum e outros peixes de grande porte. Existe também grande variabilidade e quantidade de crustáceos. Estima-se que 90 % da lagosta consumida na Venezuela provem destas águas.

 

Para além dos restaurantes existentes na Gran Roque existem noutras ilhas mais alguns locais ("restaurantes") onde se pode comer bom marisco e bom peixe.

 

Apenas a Gran Roque possui aeroporto, onde aterrar nos causa a sensação única de fim de pista... o avião inverte a marcha para regressar ao ponto de início da aterragem, já com o mar a contornar a delimitar esta. As aeronaves utilizadas têm usualmente apenas um motor e a tripulação resume-se ao piloto que vai acompanhado de um passageiro no lugar de co-piloto (no total entre 6 e 10).

Na viagem de regresso, a passageira que vestiu a pele de co-piloto passou toda a viagem a distrair o piloto com fotos, perguntas sobre todo o aparato que integra a cabine...

 

Existem algumas companhias que possuem aeronaves com dois motores a fazer o trajecto Caracas vs Los Roques, como a Chapi Air, neste caso, existe uma hospedeira a bordo. O número de passageiros rondará os 40.

Viajar nestes aviões dá-nos a sensação de que se desintegrarão a qualquer momento, devido à avançada idade que possuem.

 

Em qualquer destas aeronaves a viagem é indescritível!

 

Veja mais fotos aqui do que pode disfrutar neste paradisíaco arquipélago.

 

 

publicado por viagenslatinas às 19:56

Twitter
Relatos de uma Europeia a residir, temporariamente, na Venezuela, das suas viagens pelo continente americano, aproveitando para conhecer algumas das inúmeras ilhas banhadas pelo Mar Caribe.
mais sobre mim
Contador visitantes
pesquisar
 
Setembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
30


arquivos
2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


blogs SAPO